São Paulo, SP

Gravidez e Transtornos Alimentares – Parte 1

Profa Msda Paula Costa Teixeira – Equipe Método Gerar

A magreza símbolo da feminilidade moderna, pode promover em algumas mulheres transtornos afetivos, de imagem corporal e alimentares.

Nos períodos de gestação e puerpério, a mulher necessita de especial atenção, pois inúmeras alterações físicas, hormonais, psíquicas e de inserção social podem refletir diretamente na sua saúde mental. O medo de ganhar peso nesse período gera insegurança e as preocupações relacionadas ás mudanças corporais podem acarretar em comportamentos inadequados prejudiciais ao desenvolvimento do bebê.

Trasntornos alimentares (TAs) são caracterizados por distúrbios no comportamento alimentar. A anorexia nervosa e a bulimia e suas síndromes parciais são os mais comuns e podem ocorrer na gravidez.

A anorexia nervosa é caracterizada por uma perda de peso intensa e intensional provocada por dietas rígidas, busca desenfreada pela magreza e grave distorção da imagem corporal, podendo ocasionar alterações no ciclo menstrual. Já a bulimia nervosa é caracterizada por episódios de grande ingestão de alimentos com sensação de perda de controle, preocupação excessiva com o peso corporal e a imagem corporal, e utilizaçao de métodos compensatórios inadequados para controle do peso como vômitos, medicamentos, dietas e exercícios físicos. A etiologia desses quadros é multifatorial com a combinação de fatores genéticos, familiares, psicologicos e sócioculturais.

Estima-se que a prevalência de transtornos alimentares na gravidez é de 1%. Em estudo brasileiro realizado na região sul, de 712 gestantes entrevistadas, 17,1% relataram ter episódios de compulsão alimentar e 1% praticavam exercícios para prevenir o ganho de peso.

O exercício físico durante a gravidez e o puerpério necessita de orientação e supervisão especializada. A atividade física estruturada pode ser utilizada como instrumento para promover perda de peso, por isso precisa ser prescrita e supervisionada somente por profissionais especializados em treinamento para gestantes.

A equipe Método Gerar conta com a professora Paula Costa Teixeira Educadora física do Ambulatório de Bulimia e Transtornos Alimentares do Instituto de Psiquiatria do Hospital das Clínicas de São Paulo

Mestranda em Neurociências e Comportamento pelo Instituto de Psicologia da Universidade de São Paulo. Entre em contato: 11   7763-9358 ou valeria@metodogerar.com.br/novo

0

Deixe um comentário